Política de privacidade

A COOPECARN GIRONA S.L.U. compromete-se a proteger a privacidade dos utilizadores que acedam a esta página web e/ou a qualquer um dos seus serviços. A utilização da página web e/ou de qualquer um dos serviços oferecidos pela COOPECARN GIRONA S.L.U. implica a aceitação, pelo utilizador, das disposições incluídas nesta Política de Privacidade e que os seus dados pessoais sejam tratados de acordo com o nela estipulado. Agradecemos que tenha em consideração que, embora possam existir links da nossa página web para outras páginas ou redes sociais, esta Política de Privacidade não se aplica às páginas web de outras empresas ou organizações para as quais a página web está redirecionada. A COOPECARN GIRONA S.L.U. não controla o conteúdo das páginas web de terceiros, nem aceita qualquer responsabilidade pelo conteúdo ou políticas de privacidade destas páginas.

Informação de base sobre o processamento de dados Regulamento (UE) 2016/679

Responsável do tratamento

COOPECARN GIRONA S.L.U.

NIPC:B17606815

Carretera C-65, Km. 25 – 17242 Quart (Girona)

E-mail: protecdat@coopecarn.com 

Objetivo do tratamento

Oferecer, prestar e faturar os nossos serviços de preparação de produtos marinados e outras especialidades à base de carne.

Legitimidade

§ Consentimento obtido do interessado.

§ Execução do contrato de serviço.

Destinatários

Os dados não serão comunicados a terceiros, a menos que exigido por lei ou por necessidade de cumprir o objetivo do tratamento.

Direitos dos indivíduos

Os interessados têm o direito de exercer os direitos de acesso, retificação, limitação de tratamento, exclusão, portabilidade e oposição, enviando o seu pedido para o nosso endereço.

Prazo de conservação dos dados

Enquanto a relação comercial se mantiver ou durante os anos necessários para o cumprimento das obrigações legais.

Reclamação

Os interessados podem entrar em contacto com a AEPD para apresentar a reclamação que considerem apropriada.

Informação adicional

Pode consultar a informação adicional e detalhada abaixo em "Perguntas sobre privacidade".

Perguntas sobre privacidade

Em conformidade com o Regulamento (UE) 2016/679 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 27 de abril de 2016 (RGPD), oferecemos as seguintes informações sobre o processamento dos seus dados pessoais:

Quem é o responsável pelo processamento dos seus dados?

COOPECARN GIRONA S.L.U.

NIPC:B17606815

Carretera C-65, Km. 25 – 17242 Quart (Girona)

E-mail: protecdat@coopecarn.com  

Com que finalidade fazemos o tratamento dos seus dados pessoais?

  • Tratamos as informações que nos foram fornecidas para prestar e faturar os nossos serviços de matadouro de suínos e salas de desmancha.
  • Se nos der o seu consentimento, também poderemos tratar os seus dados para lhe enviar informações sobre as nossas atividades, produtos ou serviços.
  • Ao aceder às nossas instalações, a sua imagem pode ficar registada por câmaras de videovigilância para controlo de segurança.
  • Se nos enviar um currículo, trataremos os dados para gerir o banco de dados de CV’s para seleção de pessoal.

Por quanto tempo conservaremos os seus dados?

  • Os dados pessoais fornecidos serão mantidos enquanto for utilizador dos nossos serviços ou desejar receber informações e, em seguida, durante os períodos estabelecidos para cumprimento das nossas obrigações legais.
  • As imagens captadas pelo sistema de videovigilância serão mantidas durante um mês.
  • No caso de currículos, os dados serão mantidos durante um ano.

Qual é a legitimidade para o tratamento dos seus dados?

A legitimidade para o seu tratamento encontra-se na execução do contrato de serviços e nos consentimentos que nos dá. 

Quanto à captura de imagens pelo sistema de videovigilância, a legitimação é dada pelo interesse legítimo da preservação da segurança de pessoas e bens.

A que destinatários os seus dados serão comunicados?

Os dados não serão comunicados a terceiros, a menos que exigido por lei ou por necessidade de cumprir o objetivo do tratamento.

Quais são os seus direitos quando nos fornece os seus dados?

  • Qualquer pessoa tem o direito de obter confirmação sobre se estamos, ou não, a tratar os seus dados pessoais.
  • Os interessados também têm o direito de aceder aos seus dados pessoais, bem como solicitar a retificação dos dados incorretos ou, quando apropriado, solicitar a sua exclusão quando, entre outras razões, os dados já não forem necessários para os fins para os quais foram recolhidos.
  • Em determinadas circunstâncias, os interessados poderão solicitar a limitação do processamento dos seus dados, em cujo caso apenas serão conservados para o exercício ou defesa de reclamações.
  • Igualmente, em determinadas circunstâncias e por motivos relacionados com a sua situação particular, os interessados poderão opor-se ao tratamento dos seus dados. Neste caso, deixaremos de efetuar o tratamento dos seus dados, salvo por motivos legítimos imperiosos, ou pelo exercício ou defesa de possíveis reclamações.
  • Os interessados também têm direito à portabilidade dos seus dados.
  • Por último, os interessados têm o direito de apresentar uma reclamação junto da Autoridade de Controlo competente.

Como pode exercer os seus direitos?

Enviando um documento escrito e anexando uma cópia de um documento que o identifique para o nosso endereço físico ou eletrónico.

Como obtivemos os seus dados?

Os dados pessoais que tratamos são provenientes do próprio interessado. O interessado garante que os dados pessoais fornecidos são verdadeiros e é responsável pela comunicação de qualquer alteração que estes sofram. Os dados marcados com um asterisco serão obrigatórios para poder fornecer o serviço solicitado.

Que dados tratamos?

As categorias de dados que podemos tratar na prestação dos nossos serviços são:

  • Dados de caráter identificativo
  • Endereços postais ou eletrónicos

No caso do sistema de videovigilância:

  • Imagem

No caso dos currículos, também:

  • Características pessoais
  • Académicos e profissionais

Os dados são limitados, dado que tratamos apenas os dados necessários para a prestação dos nossos serviços e a gestão da nossa atividade.

 Quais as medidas de segurança que aplicamos?

Aplicamos as medidas de segurança estabelecidas no artigo 32 do RGPD; portanto, adotamos as medidas de segurança necessárias para garantir um nível de segurança adequado ao risco do processamento de dados que realizamos, com mecanismos que nos permitem garantir a confidencialidade, integridade, disponibilidade e resiliência permanente dos sistemas e serviços de tratamento.

Algumas destas medidas são:

  • Informação das políticas de tratamento de dados ao pessoal.
  • Realização de cópias de segurança periódicas.
  • Controlo de acesso aos dados.
  • Processos de verificação, avaliação e valorização regulares.